Pesquise nas Escrituras
[ Ex.: graça | Ex.: Gn 1:1-10 ]

Tudo pra você mulher abençoada

 

COMO VENCER OS COMPLEXOS..


Como Vencer os Complexos é o título do livro do pr. Jabes de Alencar. O autor foi muito feliz quando escreveu sobre este tema. Visto que na sociedade moderna multidões são desafiadas por este transtorno. E a falta de conhecimento do assunto dificulta a compreensão e a busca do equilíbrio para vencer as consequências de tão grande mal.
Quero Compartilhar destacando alguns aspectos importantes tratados pelo livro, na intenção de despertar o desejo de ler.
Com um enfoque histórico o autor comenta sobre a origem da palavra complexo suas definições, as possíveis causas e os diversos tipos de complexos. Apresenta e comenta sobre os principais tipos de complexos:
Complexo de Édipo,
Complexo de Electra,
Complexo de Antígona,
Complexo de Caim,
Complexo de Hagar e Sara
Complexo de Alexandre,
Complexo de Aquiles,
Complexos de Aristóteles
Complexo de Brunilda,
Complexo de Creso,
Complexo de Dafne,
Complexo de Empédocles,
Complexo de Hamlet,
Complexo de Judas,
Complexo de Munchhausen,
Complexo de Narciso,
Os complexos de inferioridade ou superioridade necessitam de cura. Busque ler este livro e ajude-se ou ajude alguém a liberta-se dos seus complexos.

 

 

 

Para começar a tratar do assunto, a Pastora Ana Paula quer trazer uma pequena reflexão:

 tem sido um grande desafio para as mulheres , os novos paradigmas tem implantado mudanças sociais e culturais na maneira como se relacionam consigo mesmas, com os homens , com a vida e com a própria existência e isto tem trazido problemas de identidade na luta pelos relacionamentos, casamento, pela carreira, pelas finanças e criação de filhos. A mulher atual tem vivenciado lutas emocionais por conta de divórcio, viuvez, criar filhos sozinhas e essas, tem trazido conflitos, stress, dúvidas, incertezas, medo, fobia.

Talvez ao ler este artigo, você diga: “Este desafio já é conhecido. A questão é como fazer para superá-los”.
O que nos cabe neste momento é encorajá-la a se modificar, se necessário, dar uma reviravolta, retirando sua atenção afetuosa e obsessão por pessoas e coisas;
colocando-a na recuperação e recomeço de sua própria vida. E se, sua resposta for sim, faça um comentário e aguarde o próximo artigo.
Deus te abençoe
Pra Ana Paula

Alma feminina: a verdadeira beleza


Seja Bela


“A força e a dignidade são os seus vestidos, e, quanto ao dia de amanhã não tem preocupações.” Pv 31.25

Toda mulher de alguma forma se preocupa com sua aparência, nem podemos contar as vezes que olhamos no espelho antes de sairmos de casa, o cuidado com os cabelos, roupas e sapatos novos, jóias, bijuterias, dietas, enfim, tudo para ficar mais bonita e agradável aos olhos dos outros. Tudo isso é bom e demonstra o quanto você tem procurado se valorizar como mulher. Será que é o bastante? Você também está cuidando da sua beleza interior?

Para a mulher que teme ao Senhor, o segredo de ser bela está na sua comunhão com Ele, nas suas orações diárias, na leitura da bíblia, permitindo que a morada de Deus seja o seu coração. Existem muitas mulheres consideradas lindas e perfeitas, que por dentro estão completamente vazias, sem graça e sem a presença de Deus. 

Essa formosura torna a mulher forte, mesmo nas dificuldades e problemas, ela sabe continuar sua vida sem abalos profundos, stress ou depressão. Deus fez tudo belo, aprimore também a beleza que Deus criou em você Mulher.

A receita para este tratamento começa com:

LIMPEZA INTERIOR - Do coração procedem as fontes da vida (Pv 4.20-27) 

Dele é necessário retirar todas as manchas, cicatrizes de amargura, frustrações, toda a sujeira que esteja poluindo a alma. Jesus adverte que o mal vem de dentro (Mc 7.14-23) e Jeremias fala dos enganos do coração (Jr 17.9), por isso faz-se necessário permitir um trabalho profundo do Espírito Santo para a remoção de tudo que possa comprometer a beleza do caráter do Cristão. O Salmo 139.23-24 nos conduz à confissão e quebrantamento pela ação do espírito.

BATOM PARA OS LÁBIOS - É o louvor. Salmo 34.1 nos recomenda a usá-lo constantemente. Evitemos palavras ferinas, negativas ou hábitos da murmuração. Enfeitar os lábios com palavras de louvor, de conforto, que levante os abatidos e glorifiquem ao nosso Rei (Sal 19.14).

MAQUIAGEM - Não há processo mais eficaz para embelezar a face do que a alegria. "O coração alegre aformoseia o rosto..." (Pv 15.13)

BRILHO - O tempo que passamos com Deus dá brilho a vida. (Ex 34.29). "Para ser bela pára um minuto diante do espelho, cinco minutos diante da sua alma e quinze minutos diante de Deus". Michel Quoist

CREME PARA AS MÃOS - (Ec 9.10 e Pv 31.20) Mãos adornadas com o serviço ao próximo. Mãos que trabalham, mãos que constroem, mãos que ajudam, mãos que sustentam os debilitados.

PÉS SUAVES - (Pv 4.26-27) Pés que andam por caminhos direitos (Is 52.7). Pés formosos que levam boas notícias, as boas novas da salvação. Que você amiga tenha a oportunidade de viver a beleza do Senhor Jesus em todo o seu esplendor. 

 


 

 Hoje eu vou explicar pra vocês como colorir o rostinho! Aeeeee \o/

Seguinte, o interessante é vocês criarem seu próprio jeitinho de se maquiar, então, nós vamos passar aqui alguns passos básicos e vocês vão aprimorando do jeito que gostarem ok?!

O interessante é que aprendendo a maquiagem básica, que vocês podem usar no dia-dia (para o trabalho, passear durante o dia, etc), vocês podem incrementar para outras ocasiões também (para sair a noite, ir a festas, casamentos, balada, etc).

Então… começando:

Primeiro, os olhinhos:

 

 

Para começar, faça uma base (fundo) de cor mais clara (gelo/branco/tons pasteis) e esfumace com o próprio pincel ou com os dedos no canto com outras cores mais fortes ou escuras.

A imagem abaixo mostra como aplicar a sombra nos olhos:

 


 

 mascara para oliosidade .

 Tomates

Foto: Getty Images

Máscara relaxante para combater a oleosidade

. 1 tomate
. Água mineral

Como fazer: Bata o tomate no liquidificador junto com a água mineral. Coe a mistura e aplique-a no rosto. Deixe agir por cerca de 20 minutos e enxágue.

 


Gravatinha com escarola

Ingredientes

500g. de massa curta tipo gravatinha
4 dentes de alho cortados em fatias
1/3 de xícara de azeite
1 escarola grande cortada em tiras
1 lata de sardinha sem pele e sem espinhas
4 colheres(sopa) de salsinha e cebolinha verde picadas
sal a gosto

Modo de Preparo

Cozinhe a massa em água e sal, conforme as instruções da embalagem. Enquanto isso, frite o alho no azeite até começar a dourar. Junte a escarola, tempere com sal e refogue em fogo alto, até murchar. Retire do fogo e acrescente a sardinha e o cheiro-verde. Escorra o macarrão, junte o molho e sirva.


NÃO SE DESESPERE QUANDO DEUS SE CALAR

O pior momento de minha vida foi quando percebi que Deus se calou para mim. Jamais imaginei que isto fosse possível, mas não é. Num momento em que eu vivia uma situação profundamente dolorosa, pude ver que meu Pai, o Deus da minha vida não se manifestava, embora eu o buscasse desesperadamente com todas as minhas forças. Isto durou muito tempo, meses intermináveis, até que ele mesmo, vendo que já era a hora de falar, me disse com muita clareza no meu coração: "LEIA ISAÍAS 54, E FALAREI CONTIGO". Obedeci imediatamente e pude ouvir a doce voz do meu Senhor. Desde então a situação se reverteu de forma milagrosa, tudo foi solucionado e hoje me sinto mais fortalecida, preparada para lutar com mais confiança contra as investidas do inimigo, e, melhor ainda, sinto que tenho muito mais intimidade com Deus do que antes. Aprendi que Deus fala também com seu silêncio e que em cada um de seus métodos, tem um lindo propósito em meu benefício. Este nosso Deus é mesmo tremendo!


ISAÍAS 54

1 CANTA alegremente, ó estéril, que não deste à luz; rompe em cântico, e exclama com alegria, tu que não tiveste dores de parto; porque mais são os filhos da mulher solitária, do que os filhos da casada, diz o SENHOR.
2 Amplia o lugar da tua tenda, e estendam-se as cortinas das tuas habitações; não o impeças; alonga as tuas cordas, e fixa bem as tuas estacas.
3 Porque transbordarás para a direita e para a esquerda; e a tua descendência possuirá os gentios e fará que sejam habitadas as cidades assoladas.
4 Não temas, porque não serás envergonhada; e não te envergonhes, porque não serás humilhada; antes te esquecerás da vergonha da tua mocidade, e não te lembrarás mais do opróbrio da tua viuvez.
5 Porque o teu Criador é o teu marido; o SENHOR dos Exércitos é o seu nome; e o Santo de Israel é o teu Redentor; que é chamado o Deus de toda a terra.
6 Porque o SENHOR te chamou como a mulher desamparada e triste de espírito; como a mulher da mocidade, que fora desprezada, diz o teu Deus.
7 Por um breve momento te deixei, mas com grandes misericórdias te recolherei;
8 Com um pouco de ira escondi a minha face de ti por um momento; mas com benignidade eterna me compadecerei de ti, diz o SENHOR, o teu Redentor.
9 Porque isto será para mim como as águas de Noé; pois jurei que as águas de Noé não passariam mais sobre a terra; assim jurei que não me irarei mais contra ti, nem te repreenderei.
10 Porque os montes se retirarão, e os outeiros serão abalados; porém a minha benignidade não se apartará de ti, e a aliança da minha paz não mudará, diz o SENHOR que se compadece de ti.
11 Tu, oprimida, arrojada com a tormenta e desconsolada, eis que eu assentarei as tuas pedras com todo o ornamento, e te fundarei sobre as safiras.
12 E farei os teus vitrais de rubis, e as tuas portas de carbúnculos, e todos os teus termos de pedras aprazíveis.
13 E todos os teus filhos serão ensinados do SENHOR; e a paz de teus filhos será abundante.
14 Com justiça serás estabelecida; estarás longe da opressão, porque já não temerás; e também do terror, porque não chegará a ti.
15 Eis que seguramente poderão vir a juntar-se contra ti, mas não será por mim; quem se ajuntar contra ti cairá por causa de ti.
16 Eis que eu criei o ferreiro, que assopra as brasas no fogo, e que produz a ferramenta para a sua obra; também criei o assolador, para destruir.
17 Toda a ferramenta preparada contra ti não prosperará, e toda a língua que se levantar contra ti em juízo tu a condenarás; esta é a herança dos servos do SENHOR, e a sua justiça que de mim procede, diz o SENHOR.






A Ajudadora e Seu Ministério Espiritual Dentro do Lar 
Por Wanda de Assumpção

Selma e Maurício são um casal presbiteriano típico, de terceira geração. Ambos foram criados em lares crentes, onde desde a mais tenra infância aprenderam as sagradas letras. Conheceram-se num encontro de jovens das diversas igrejas evangélicas da cidade, namoraram e se casaram depois que Maurício terminou os estudos e começou a trabalhar. Como dois filhos chegassem logo em seguida, Selma dedicou-se à família por alguns anos antes de concluir seus próprios estudos e pensar em exercer outra atividade. Agora que os filhos já não dependem tanto dela, abriu um pequeno negócio e está amando a oportunidade de fazer o que tanto gosta e ainda ajudar nas finanças da família.

Uma situação comum 

A vida corre mansa e tranquila, mas alguma coisa inquieta o coração de Selma. Embora a família toda participe dos trabalhos da igreja em várias posições de liderança, ela tem alguns questionamentos com relação à maneira como vivem o evangelho dentro de casa. Parece que sempre é ela que está procurando fazer acontecer as coisas que considera parte normal da vida religiosa no lar. Ela se lembra de como seu pai fazia o culto doméstico regularmente no lar em que crescera, antes de as crianças irem para a cama e acha que Maurício estava sendo um tanto relapso por não assumir a mesma responsabilidade. Além disso, nas vezes em que tentou ela mesma reunir a família para isso, não sentiu que tinha mais do que a aquiescência formal do marido e sentiu-se lutando contra a apatia de todos.
Diante dessa situação, Selma se pergunta o que deve fazer. Não é papel do marido, o cabeça do lar, assumir a responsabilidade pela vida espiritual da esposa e dos filhos? Será que ela pode fazer alguma coisa sem usurpar o lugar e a responsabilidade dele? Deve ficar de lado, olhando enquanto os filhos crescem sem ouvir falar muito em Deus dentro de sua própria casa? O que ela pode fazer se o marido não mudar?

A nossa responsabilidade individual

O dilema de Selma é um dilema vivido por muitas mulheres dentro de seus lares. Talvez seja até mais difícil para ela do que para algumas esposas cujos maridos não são crentes. Essas já não esperam mesmo nada da parte deles no aspecto espiritual a não ser que tenham uma mudança de coração. Mas as esposas de maridos crentes que não correspondem ao que elas acham que deveria ser a liderança espiritual da parte deles vêem-se de mãos atadas por não quererem passar adiante deles e ao mesmo tempo desejarem ver neles um exemplo de espiritualidade pujante e ativa, especialmente e a começar dentro de casa. Acontece que as mulheres são pessoas com algumas características especiais que Deus usa muitas vezes para conduzir toda a família mais perto de Si. Isso não é passar adiante do marido, mas, sim, ajudá-lo, com os dons diferentes que Deus nos deu, até na área espiritual Quer ver um bom exemplo disso? É a história de Ana, mãe de Samuel. Ana sentia uma grande carência dentro de si. Aparentemente era por não poder ter filhos, pois, na sua época, a infertilidade era considerado uma maldição, mas essa era apenas a circunstância penosa de sua vida. Ela tinha o amor do marido, mas sofria as picuínhas de sua rival dentro do lar. Para nós, hoje, é quase impossível imaginar o que seria ser "uma das esposas", mas na época de Ana isso era comum e aceitável. Pelo visto, não era esse o seu grande dilema, mas, sim, o fato de que "o Senhor lhe havia cerrado a madre". Ela tinha uma reclamação a fazer com o Dono da vida. Mais do que de filhos, Ana precisava aprender a depender totalmente de Deus, mesmo que nada viesse a mudar. É interessante notar que Elcana, embora amasse extremadamente a esposa e fizesse tudo para demonstrar isso, causando os ciúmes de Penina, não entendia as necessidades de Ana, chegando mesmo a repreendê-la por continuar triste: "Ana, por que choras? e por que não comes? e por que estás de coração triste? Não te sou eu melhor do que dez filhos?" (1 Samuel 1:8). Mas Ana continuava sofrendo. Seu problema era com o Senhor e o que Ele desejava para sua vida; portanto, foi diante Dele que buscou a solução. Ela Lhe expôs toda a sua dor de maneira insistente e veemente e saiu do templo com o coração em paz, pois havia entregue seu problema Àquele que o podia solucionar. Mais do que de um filho, Ana precisava aprender a depender inteiramente de Deus. Depois que ela aprendeu isso, o Senhor lhe abriu a madre e ela teve um filho que iria ser o homem mais importante da nação por muito tempo. Mudar as circunstâncias, por mais complicadas que sejam, é fácil para Deus. Mas acima de tudo, Ele quer mudar o nosso coração, e para isso precisa muitas vezes nos levar a uma impotência total, ao fim de nós mesmas, de todos os recursos que temos e sabemos usar, para aprendermos que só Nele temos aquilo por que mais ansiamos.
Levar a Deus algum problema nos aflige pessoalmente é algo que podemos e devemos fazer. A família toda será abençoada através da nossa maneira especial de enxergar a dificuldade e da nossa intercessão.
Em Cristo, escreveu o apóstolo Paulo em Gálatas 3:28, "não pode haver nem judeu nem grego; nem escravo, nem liberto; nem homem, nem mulher". O senhorio de Cristo em nossas vidas nos responsabiliza individualmente, em qualquer situação em que nos encontremos. Em Cristo, não há limites para o nosso crescimento espiritual, mesmo dentro de um casamento que deixe a desejar. Somos responsáveis por nós mesmas diante de Deus (Romanos 14:12).
Portanto, se sentimos falta de envolvimento espiritual de nossos maridos dentro de casa, precisamos buscar a Deus com mais intensidade para termos para nós e podermos repartir com os nossos queridos. Por mais que Deus honre e valorize os relacionamentos, e especialmente os laços conjugais, não vamos chegar ao céu de mãos dadas, aos pares ou em grupos. Vamos chegar lá um a um pois a salvação depende da decisão de cada pessoa em aceitar o perdão que Deus proveu através da cruz de Cristo. Sua graça é imensa e irrevogável, mas a salvação depende de um "se". "Eis que estou à porta, e bato. Se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e cearei com ele e ele comigo" (Apocalipse 3:20). Ele só entra em nossas vidas se abrirmos a porta. E a decisão é pessoal e intransferível.
Qualquer que seja a situação que estejamos vivendo, continua sendo pessoal a responsabilidade de nos aprofundarmos no nosso relacionamento com Deus. Se a esposa está se sentindo tocada a buscar mais intimidade com Deus, não pode ficar esperando que o marido também sinta o mesmo para ambos o buscarem juntos. Ela pode mencionar seu desejo, favorecer as circunstâncias, e pode até ser que o marido a atenda, mas se não for o caso, a responsabilidade é dela.

A verdadeira maturidade espiritual

O papel da mulher como ajudadora do seu marido na vida espiritual é mostrado no ensino do apóstolo Pedro às esposas em sua primeira carta. Ele se dirige a todas as esposas, embora focalize primeiro a mulher casada com um homem não crente. A esposa vai ajudar seu marido sem falar nada! E sabe por quê? Porque nossas ações falam mais alto do que qualquer coisa que possamos dizer. Pedro está dizendo que não é para ficarmos cutucando nossos maridos com o que o pastor falou no sermão de domingo, com o que o professor da escola dominical ensinou, com o que lemos naquele livro maravilhoso sobre a vida cristã dentro do lar. Devemos, isto sim, viver uma vida de tanta intimidade com Deus que transpareça em nós algo que nossos maridos desejarão ter também: aquele espírito manso e tranquilo que têm as mulheres que esperam no Senhor, que dependem primeiro Dele! Quando levamos primeiro ao Senhor todas as nossas frustrações, as nossas decepções e amarguras de espírito — o marido que não nos ama como gostaríamos, que não assume suas responsabilidades como achamos que deveria fazer, a filha que está permitindo muita intimidade no seu namoro, o filho retraído que não quer mais saber da igreja nem de Deus, e tantas coisas que fazem parte da vida da maioria de nós — e as deixamos a Seus pés, nosso coração fica cheio da paz que só Ele pode dar. Mesmo no meio das circunstâncias mais tristes e assustadoras, refletimos essa paz nos nossos rostos, na nossa postura, no nosso comportamento.
A mulher cujo espírito é manso e tranquilo não envelhece mesmo quando vierem as rugas e os cabelos brancos, pois sua beleza cresce com o avançar da idade, tornando-se cada vez mais irresistível. O marido dessa esposa se apaixonará cada vez mais por ela, e pode até ser que se apaixone por ela de verdade pela primeira vez. E, segundo o apóstolo Pedro, a beleza da esposa ajudará o marido a enxergar mais claramente o poder de Deus e a desejar buscá-lo para si também.

O ministério pró-ativo

Quando nos disse para não pregar para os nossos maridos, o apóstolo Pedro não estava dizendo que, nessa área, não há nada que possamos fazer em favor deles. O ministério da boca fechada diz respeito somente aos maridos. Entretanto, temos o melhor dos recursos para abençoar a vida deles — o ministério da intercessão. Como em tudo o mais, vamos buscar primeiro a Deus e levar a Ele as nossas inquietações e desejos. 
É muito especial para qualquer marido, crente ou não, saber que sua esposa ora por ele. Pergunte-lhe se há alguma coisa que ele deseja que você ore em favor dele. Nada demonstra para ele mais claramente que você é sua aliada, que está do lado dele para o que der e vier do que quando intercede em seu favor diante de Deus. 
Além disso, quando oramos por alguém, acolhemos essa pessoa no nosso coração e passamos a enxergar o que é realmente melhor para ele. Quando nossos maridos estiverem convencidos de que somos ativamente a seu favor, como suas aliadas, terão mais disposição para se abrir conosco e colheremos o benefício de uma maior intimidade e união entre nós.
Ore por seu marido. Ore especificamente. Ore dentro do que a Bíblia ensina que Deus deseja ver na vida de seus filhos — crescimento, maturidade, amor, probidade, retidão. Fazendo isso, você estará se aliando a Deus a favor do seu marido. Quer uma aliança mais irresistível? 
"NA ANGÚSTIA,CANTE LOUVORES AO SENHOR"

Minha querida amiga, hoje me deu uma vontade grande de lhe dar uma flor e dizer que se você está vivendo alguma luta muito difícil, se você não vê horizonte nenhum diante de ti, se sente que suas forças estão no fim , acredite : chegou o momento de vencer! Você não está só. Aquele que te ama com amor puro e verdadeiro está aí mesmo do teu lado, embora você não o veja. Entregue a Ele o fardo que lhe oprime, e confie na tua vitória, amada. Eu sei que é difícil, mas o primeiro passo para a mudança é você mesma quem tem que dar. Dê em direção a Deus e medite nesta palavra:

"Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação; Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus". (II Co 1:3,4)

Agora mesmo, onde você está, comece a cantar um cântico de louvor ao Senhor. Exalte Ele com as poucas forças que lhe restam, e verá que o coração de Deus não é duro não. JESUS TE AMA, não se esqueça disto. Claudia Anti - Rio de Janeiro

COM A PALAVRA NOSSA PASTORA FLAVIA DA IGREJA FERRAZ DE VASCONCELOS   

A colheita é grande. As possibilidades são  ilimitadas

Os trabalhadores são poucos. Deus necessita de você mulher, 

você é a única pessoa do seu tipo.Você é importante  nínguem mais pode realizar a tarefa que ele tem para você mulher.

Opte por começar hoje. Por quê?

Por que você é seguidora de Jesus Cristo 

Quem deve realizar a obra. Você . Por que você é mulher. 

 

 Onde você deve começar?

No mundo onde você tem infuência.

Quando deve começar?

Agora

 Por que pessoas precisam de você !!!

 Você é ESPECIAL.

 Deus te abençoe




Mulher virtuosa, quem a pode achar? 

Pois o seu valor muito excede ao de jóias preciosas.
O coração do seu marido confia nela, e não lhe haverá falta de lucro.
Ela lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida.
Ela busca lã e linho, e trabalha de boa vontade com as mãos.
É como os navios do negociante; de longe traz o seu pão.
E quando ainda está escuro, ela se levanta, e dá mantimento 
à sua casa, e a tarefa às suas servas.
Considera um campo, e compra-o; planta uma vinha 
com o fruto de suas mãos.
Cinge os seus lombos de força, e fortalece os seus braços.
Prova e vê que é boa a sua mercadoria; 
e a sua lâmpada não se apaga de noite. Estende as mãos ao fuso, e as suas mãos pegam na roca.
Abre a mão para o pobre; sim, ao necessitado estende as suas mãos.
Não tem medo da neve pela sua família; pois todos os da sua casa 
estão vestidos de escarlate.
Faz para si cobertas; de linho fino e de púrpura é o seu vestido.
Conhece-se o seu marido nas portas, quando se assenta entre os anciãos da terra.
Faz vestidos de linho, e vende-os, e entrega cintas aos mercadores.
A força e a dignidade são os seus vestidos; e ri-se do tempo vindouro.
Abre a sua boca com sabedoria, e o ensino da benevolência está na sua língua.
Olha pelo governo de sua casa, e não come o pão da preguiça.
Levantam-se seus filhos, e lhe chamam bem-aventurada, como também seu marido, que a louva, dizendo:
Muitas mulheres têm procedido virtuosamente, 
mas tu a todas sobrepujas.
Enganosa é a graça, e vã é a formosura; mas a mulher que teme ao Senhor, essa será louvada.
Dai-lhe do fruto das suas mãos, e louvem-na 
nas portas as suas obras.

                               A MULHER         

Casais ungidos para conquistar a partir da vida da mulher

                                Oração feita pelo casal.
Você que é casado, saiba um pouco mais sobre a importância de orar junto com seu cônjuge e como Deus ouve esta oração.
Gêneses 2 :24 : Deus nos fala sobre o seu querer para o casamento quando diz:

"Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne."
Porém muitos casais cristãos mantêm isolada um do outro a sua vida de oração, quando na realidade poderiam colocar em prática o poder da unicidade (uma só carne) dada por Deus também na oração.
Jesus menciona o poder da oração feita em conjunto quando diz:

"Em verdade também vos digo que, se dois dentre vós, sobre a terra, concordarem a respeito de qualquer coisa que, porventura, pedirem, ser-lhes-á concedida por meu Pai, que está nos céus.
Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, ali estou no meio deles."

(Mt 18.19-20)
A oração feita com seu cônjuge aumenta a intimidade do casal, pois você estará participado da conversação de alguém com Deus e estará permitindo que ele/ela participe dos seus momentos de intimidade com o Senhor.
Quando for orar junto com seu cônjuge tenha em mente alguns conselhos

1- Não critique a oração do seu cônjuge;
2- Não jogue indiretas a ele/ela durante a oração;
3- Livrem-se da vergonha e entrem na plenitude da presença de Deus;
4- Orem juntos com freqüência;

Procurem criar o hábito de orarem diariamente juntos como um casal, dentro da unicidade que o Senhor quer que o casamento seja. Façam um diário de oração, com os pedidos feitos e as respostas do Senhor. Vocês verão que a intimidade do casal irá aumentar a cada dia e as bênçãos do Senhor também!

Voce acredita em Profeicia?


Apostolo Aparecido




Anunciantes